8 de fev de 2011

Estudando os Chakras - n.2 - Swádhisthána

Swádhisthána
(Por Miliane Tahira e Márcio Silva)




O fundamento de si próprio, de cor branca azulada, está localizado na raiz dos órgãos genitais,
 quatro dedos abaixo do umbigo. Assim como o múládhára, distribui o apána váyu.
Associa-se às gônadas, glândulas sexuais, correspondendo ao plexo prostático.
Possui seis pétalas vermelhas, dentro das quais aparece uma Lua Crescente, que simboliza o elemento água (apas).
Sobre ela pulsa o bíja mantra Vam.
Simbolicamente está relacionado a energia geradora, ou seja, a tudo que se relaciona ao princípio criativo. A cor associada a este centro é a laranja.
Quando este chakra está hiperativo, determina indivíduos intuitivos, sensíveis e com tendência à introversão. As tendências subconscientes inerentes ao swádhisthána são: desdém, estupor, abandono, indulgência excessiva, desconfiança, medo, indiferença e sensualidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário