15 de abr de 2015

Dança do cotidiano x Dança do cosmos - poema de Miliane Tahira

Dança do cotidiano x dança do cosmos



Planeta Terra: tempo/espaço diferenciado
Tempo prático que pode aprisionar na robotização de todos os dias
Percepção existencial e paradoxal: Somos almas aterrizadas
No princípio vital e real: O tempo está na dimensão do cosmos
O amor verdadeiro reside nesta dimensão
Os dias como realizações operacionais ofuscam a real visão
Destacam executores de ações e prisões de alma (nossa alma)
Na conexão com a imagem verdadeira
Somos criadores e transformadores
No nosso além tempo o reconhecimento existe em júbilo
Da atemporalidade e imortalidade do nosso amor/alma/missão.

Miliane Tahira



Nenhum comentário:

Postar um comentário