6 de dez de 2016



Da crise aguda surge a possibilidade de mudança.
Do caos surge a necessidade de mobilização.
Na dor surge a urgência de união. 
Da separação surge a imposição de novas articulações.
A semente que foi plantada, um dia virará flor. A flor virará fruto. E é o fruto que nos alimenta. Assim é a lei da natureza, assim é a lei da vida humana. É melhor ser jambo do que limão. É melhor agradecer do que se queixar. É melhor reverenciar do que se lamentar. É melhor ser gentil do que ser hostil. É melhor ser atuante do que inerte. Os tempos atuais exigem posicionamentos, e posicionamentos "sustentáveis" voltados para o coletivo, não para o SEU ego.
O que temos plantado ultimamente? (1)
Se essa não for uma construção permanente, que dispense grandes eventos para que aconteça, vamos nos definhando aos poucos e a decomposição subjetiva chegará, cedo ou tarde, junto com o colapso social.
O que temos "plantado" ultimamente? (2)

Danilo Quinto


Nenhum comentário:

Postar um comentário