28 de mar de 2013

O mar, Amar - poema de Miliane Tahira



O mar, Amar...
Quantos segredos guardados nas águas do mar
Tantos segredos lavados no meu coração
Vida una, poesia sem fim...
Oração, canção de mim...
Águas claras, oceano de voz...
Revelou-me a lavagem em mim/nós
A maré...amar é...
Eterno reconhecimento de tantas algas..
Águas sagradas, pedras que fazem caminho, ao caminhar
Caminho sólido, essencial, nas águas do mar..
O movimento das ondas..
O vai e vem sem fim...
Mas sua substância mantém-se em mim
O essencial, substancial permanece...
As ondas transformam-se em várias  cores e formas..
O que é substancial permanece...
Amor divino, atemporal e maduro...
Sua humanidade transubstancia... caminhos da individuação... autoconhecimento e canção...
Eternidade do amor que no mar evidencia..
Lavadas e levadas são as ilusões...
Vivificadas são as missões...
De um amor sem fronteiras, atemporal  e infinito...
Flutua nas águas do mar sobre seus sais...
Resplandesce em nosso ser
No intervalo presente...
Na simplicidade do sempre...

Nenhum comentário:

Postar um comentário