4 de abr de 2013

Ancorada em meu self - poema de Miliane Tahira




Ancorada em meu self
permaneço em mim

Morada de minha alma
Onde o sol busca a chuva
Onde o céu busca a terra
Onde o fogo é água

Ancorada em meu self
permaneço em mim

Morada da minha alma
Onde as nuvens revelam-se ventos
Onde as casas são fugazes moradas
Onde o espirito é referência
...e reverência..

Ancorada em meu self
permaneço em mim

Morada da minha alma
Onde tudo é benção, dança e poesia
Onde o sol anuncia o dia
Onde a noite revela o brilho do luar
Onde as estrelas iluminam o meu sonhar...

Ancorada em meu self
permaneço em mim

Morada da minha alma
Mas lá não durmo....
Apenas constato, visito, contemplo
As vozes que sussuram a mais valorosa verdade...

Ancorada em meu self
permaneço em mim

Morada da minha alma
lá... aqui.... no onde...no  sempre..
em que a verdade do amor se revela...

...em esplendor
...em luz
...em vida
...em tudo
...em mim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário