16 de jul de 2013

Lauro de Freitas: Emancipação, Cultura e Tradição - Pós evento


No último domingo, 14 de julho de 2012, a Praça Martiniano Maia, mais conhecida como a “ Praça do Índio”, foi palco de uma rica programação cultural. Estudantes, professores, lideranças comunitárias, artistas e gestores culturais participaram de um profícuo debate sobre a história, educação e a cultura de Lauro de Freitas. O Educador Jaguaracy falou sobre a “ Escola Pública de Lauro de Freitas” , Ricardo Vieira, Tássio Revelat e Coriolano Oliveira salientaram a importância de valorizar o nosso patrimônio Cultural ( material e imaterial) e a psicóloga Miliane Tahira levantou preciosas reflexões sobre a arte milenar da Dança do Ventre. Além desse momento de reflexão, a programação foi marcada pela belíssima intervenção musical das cantoras Jô Santana e Valdisia Nascimento. Atuação dos grupos de Hip Hop, Missão RA, Distorção Verbal e Lauro de Flavercrew foi também marcante e empolgou o público presente. Nesse evento, O Índio da Praça, um ícone da cultura popular que há décadas participa e apoia atividades culturais no espaço, foi homenageado pelos artistas em virtude do seu aniversário e recebeu do CEPI ( Coletivo dos Poetas e Escritores Ipitanguenses) 80 revistas do ArtPoesia. Segundo Tássio Revelat, um dos fundadores do Coletivo e idealizador do evento, a ideia é consolidar a “Praça do Índio” num lugar onde se produz conhecimento e cultura. Os presentes tiveram a oportunidade de saborear a tradicional feijoada de Ivan. A presença ilustre da nossa rainha do Samba, Badinha, e a roda de Capoeira do Mestre Saci foram também destaques. O romantismo do “Grupo Samba 10” e a mensagem de paz dos cantores do Projeto: “2°.com sem álcool” finalizaram com chave de ouro o encontro. 






Nenhum comentário:

Postar um comentário