3 de mai de 2014

Saber de corpo’alma. poema de Miliane Tahira






Saber de corpo’alma

É um saber de corpos’alma
Que nenhuma razão explica
É um simples saber que exprime..
A comunhão do sempre...

Cumplicidade para além das estrelas
Para além mundo: alma –fonte
Eterno saber sentir
Eterno saber ser

Sim (sou) somos
E nesse ser unicidade
A compreensão permanece
Entre o dito e implícito
Entre pernas, pés, sonhos e cores
Escorre a transbordante alma
Que enuncia a sublime verdade

Sim, te quero para além do tempo
Para o espaço do Olimpo
Entre Ambrosias e maçãs..
Retiradas da árvore sagrada.
Em que o ser é claro e límpido..
e a ilusão inexistente
Adormece,
E o desatino, desamanhace!

Miliane Tahira

Nenhum comentário:

Postar um comentário